Artigo (A Tarde): Pedidos de Natal

artigo-pedidos-de-natal_24-12-14_max

Ter netos é de certo modo relembrar a infância. Ter oito netos, então, me faz criança novamente, trazendo de volta o encanto do Natal. Nesse período tão especial, quando nos congraçamos com amigos e familiares, fui surpreendido com o singelo questionamento de um dos meus netinhos: “Vovô, o que é que o senhor vai pedir a Papai Noel?”. A paixão pela política falou mais alto. Já agraciado com uma família maravilhosa e muitas realizações pessoais, priorizei a minha Bahia.

Meus pedidos não cabem num sapatinho, como diz a tradicional canção. Nem o Papai Noel de meus netos é o destinatário, apesar de, coincidentemente, um deles ter barba branca como o Bom Velhinho do Polo Norte. Porém, dono de estilo mais jovial, seu meio de transporte preferido é mais moderno que as velhas renas do Papai Noel. É um helicóptero.

O Barba Branca, que se aposenta do governo baiano, tem um fiel escudeiro que o acompanha desde o tempo de sindicalismo. Agora ele o sucede e, pelo secretariado anunciado, vai seguir à risca o que lhe for soprado ao ouvido pelo preceptor. Pois, os meus pedidos são dirigidos aos dois. A lista de desejos se revela numa viagem pelos 1.183 quilômetros do litoral baiano.

Começa pela vontade de colocar meus oito netos a bordo de um JAC Motors, produzido em Camaçari. Afinal, o Barba Branca anunciou que a fábrica ficaria pronta em julho de 2015. O trajeto poderia ser feito pela BR-101 duplicada, assim como já aconteceu ao sul, no Espírito Santo, e ao norte, em Sergipe. O alinhamento político do Barba Branca e de seu fiel sucessor com o governo federal, quem sabe, pode servir para finalmente o projeto sair do papel.

Não sendo possível, há a alternativa poderia ser a BA-001, aquela que percorre nosso estado praticamente beirando o mar. A ponte ligando Canavieiras e Belmonte estaria pronta, integrando o Extremo Sul. Sei que o Barba Branca já prometeu isso, mas não custa nada relembrar o seu fiel sucessor, que é quem vai tocar o governo a partir do ano que vem.

Assim, seguiria pela BA-001 de maneira segura e rápida até Ilhéus, terra de grande beleza, que estaria pujante de novo com o Porto Sul em atividade, escoando as riquezas agrícolas e minerais do estado, trazidas pela Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). Seria uma boa oportunidade de comer um quibe no Vesúvio, apreciando a vista de cartão postal do Morro Pernambuco e vendo a nova ponte de ligação ao Pontal.

Chegar a Itabuna seria um pulo pela rodovia finalmente duplicada, onde não se perderia três horas de carro para percorrer os 31 quilômetros que separam as duas cidades-irmãs. Seguindo pela Costa do Dendê, veria novamente a alegria estampada no rosto do meu povo do Baixo Sul, terra de minha mãe, eleita Rainha do Cravo da região. Nada de problemas com as chuvas nem falta de segurança. Passaria por Valença para comer um ensopado de robalo com quiabo, na Mara.

Do Baixo Sul seguiria até a Ilha, aproveitando para passear pela bucólica Itaparica, que estaria segura após o reforço policial em toda a região. Visitaria a casa onde morou João Ubaldo Ribeiro e, quem sabe, encontraria o seu amigo-personagem, o Zecamunista. Levaríamos um dedo de prosa sobre a aproximação entre os irmãos Castro e os ianques, tomando um Cuba Libre, no Bar Espanha.

Na volta a Salvador, pegaríamos um moderno Ferry Boat. Os novos e não-enferrujados barcos gregos tornariam a viagem mais rápida e até me fariam esquecer a prometida ponte. Seguiria ainda rumo ao Litoral Norte: Itacimirim, Arembepe, Praia do Forte, Subaúma, Conde e Mangue Seco. A jornada é longa, mas o espaço aqui é curto.

Encerro, lembrando a Trégua de Natal, episódio ocorrido em 1914, na Frente Ocidental da 1ª Guerra Mundial, quando soldados alemães e britânicos largaram as armas por alguns dias e trocaram saudações, contagiados pelas festividades. Inspirado nesse sentimento, desejo o melhor ao governo de Rui Costa, que ele supere o Barba Branca e cumpra tudo o que prometeu a nós, baianos. Feliz Natal!

Artigo originalmente publicado no jornal A Tarde do dia 24/12/2014