Baiana FM: “O Brasil precisa de menos Brasília e mais Brasil”, afirma Aleluia

whatsapp-image-2017-03-06-at-09-43-20

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM), afirmou durante entrevista ao Baiana Livre desta terça-feira (30) que diante do atual cenário político, o país está vivendo um momento de retrocesso e destaca que a crise precisa ser resolvida rapidamente.

“O Brasil precisa de menos Brasília e mais Brasil. A nação continua andando, mas Brasília tem que parar de atrapalhar. É preciso limpar quem está envolvido e retirar da vida pública. Estamos vivendo um momento de retrocesso, onde o risco-país aumentou e os juros deveriam ser menores. O Brasil de certa forma está patinando na crise que precisa ser resolvida rapidamente”, declarou.

Questionado sobre a permanência do presidente Michel Temer (PMDB) diante das investigações envolvendo um dos sócios–fundadores da JBS, Joesley Batista, o deputado afirma que continuação do mandato de Temer é a melhor saída para enfrentar a crise política.

“O presidente tem chances e as coisas podem se estabilizar. Estou torcendo para que se estabilize que é melhor para o Brasil não ter mudanças por agora. A melhor saída é a permanência do presidente Temer. Se em caso ele sair, tem que cumprir a Constituição”, comenta.

O democrata disse ainda que o posicionamento adotado pelo senador Ronaldo Caiado (DEM) não representa a opinião do partido. “O senador Caiado tem feito oposição ao governo muito antes da crise. Ele é uma referência fora do ponto de vista do partido. O partido não pensa como ele. Achamos que eticamente pelo fato do sucessor de Temer ser o Rodrigo Maia (DEM), nós não podemos falar sobre isso”, relatou.

Para o deputado, é preciso melhorar a qualidade da representação política no Parlamento Federal. Segundo ele, os deputados deveriam se preocupar mais com as propostas nacionais.

“A maioria dos deputados está preocupada apenas com sua reeleição. Esse é um grande problema dos deputados e senadores. Está crescendo entre os deputados a opinião de que o sistema político está falido. Acredito que com essa falência, deve acontecer alguma mudança. Eu, por exemplo, acredito que a democracia deve também ter partido. Eu sou favor dos partidos, defendo partido e acho que distritão é um erro.”, defende Aleluia.

Aleluia demonstrou estar otimista diante da crise politica do governo Michel Temer. “Eu continuo otimista. Acredito que essa crise vai passar e o país vai retomar o caminho das reformas e do crescimento”, finalizou.

Matéria originalmente publicada no site da Baiana FM, no dia 30 de maio de 2017