Deputados do DEM homenageiam o economista Roberto Campos

25558872193_3771d16b23_h

“Roberto, a juventude brasileira de hoje acredita no mercado, na liberdade e na geração da riqueza pela iniciativa privada. Os jovens estão entendendo a sua mensagem”, declarou Aleluia

O Congresso Nacional comemora, nesta semana, os cem anos do nascimento do economista Roberto Campos. Em sessões solenes na Câmara e no Senado, os deputados do Democratas manifestaram admiração pela vida e obra de Roberto Campos.

O deputado José Carlos Aleluia (BA) destacou a grande preocupação de Campos com os pobres, relembrando que ele defendia o livre mercado como medida eficaz na redução da pobreza. “Roberto Campos dedicou a sua vida ao combate à pobreza. Ele dizia que o que combate à pobreza é a geração de riquezas”, disse o deputado baiano, finalizando com um recado: “Roberto, a juventude brasileira de hoje acredita no mercado, na liberdade e na geração da riqueza pela iniciativa privada. Os jovens estão entendendo a sua mensagem”.

“Campos criticava o gigantismo do Estado”, destacou Pauderney. “Certa vez disse que havia muitos postos de gasolina da Petrobras e poucos postos de saúde do Ministério da Saúde”, recordou o parlamentar amazonense, que conviveu com o economista por dois mandatos.

Melles, que também conviveu com Roberto Campos, enalteceu o legado do homenageado. “Roberto Campos nos deixou um legado formidável. Um liberal convicto. Um dos maiores economistas de sua época”. O deputado mineiro lembrou ainda da capacidade intelectual de Campos. “Ele tinha formação em filosofia, teologia e economia. E sempre andava cheio de papéis e livros para ler aqui na Câmara”, disse.