Juazeiro não pode continuar sem oposição a essa ‘dinastia’ do PCdoB na cidade – Deputado Aleluia 2555

Juazeiro não pode continuar sem oposição a essa ‘dinastia’ do PCdoB na cidade

whatsapp-image-2017-03-06-at-09-43-20

“Eu nunca vi em cidade nenhuma, uma Câmara de 21 vereadores e nenhum se dispõe a fazer oposição ao prefeito. Por isso ele faz essas barbaridades. Quero clamar a juventude e os políticos de mandato na cidade para que acordem. Juazeiro tem cerca de 800 cargos de confiança, número igual ao de Salvador, que tem cerca de 3 milhões de habitantes. Os políticos de Juazeiro têm que acordar e acabar com essa dinastia que se implantou na cidade nos últimos onze anos. O prefeito tem é que procurar administrar a sua cidade e não deixar a cidade ser explorada para eleger o seu chefe [Isaac Carvalho] que quer ser deputado federal.”

Do Blog do Geraldo José

Aleluia convida oposição a derrubar dinastia do PCdoB em Juazeiro

O Deputado Federal José Carlos Aleuia (DEM) participou do Programa Geraldo José (Transrio FM/Juazeiro AM) na tarde desta segunda-feira (18) quando anunciou que a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) vai lançar em breve a licitação para contratar o projeto básico do Canal do Sertão Baiano após ele assegurar R$ 45 milhões para o início do projeto. Como principal articulador da retomada do Canal junto ao Ministério da Integração Nacional Aleluia informou que foram assegurados R$ 15 milhões no Orçamento de 2017 e mais R$ 30 milhões no de 2018 para tirar o projeto do papel junto ao edital de licenciamento ambiental.

“O Canal do Sertão Baiano será responsável por concluir o Projeto Salitre em Juazeiro, irrigando 32 mil hectares no município e resolvendo o problema de décadas que aflige mais de 600 produtores às margens da parte baixa do Rio Salitre. A obra também vai solucionar o problema da falta de água nos distritos de Juremal, Massaroca e Carnaíba do Sertão no município. Foram dois anos de trabalho para retomar o Canal do Sertão Baiano que estava abandonado e sem dotação de recursos. Vamos garantir segurança hídrica para uma região de 1,5 milhão de baianos e 44 municípios. E o ponto de partida de tudo isso será Juazeiro e o Projeto Salitre”, explicou Aleluia.

Sobre o impasse com o prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim (PCdoB) em razão da paternidade da retomada da obra da BR-235, trecho entre Juazeiro e Pinhões, Aleluia foi incisivo na resposta: “Ele simplesmente tentou se apropriar do asfalto que o DNIT fez na área urbana da cidade, dando a impressão que foi ele, e depois tentou se apropriar da obra na BR-235. Ele trabalha contra o governo, faz oposição ao governo e vem me acusar de golpista. A obra quem lutou pelo recomeço fui eu que sou contra ele, que sou contra o comunismo. Ou seja, ele tentou pongar, aliás ele e o chefe dele” declarou Aleluia.

OPOSIÇÃO

O parlamentar do Democratas convocou os amigos que tem em Juazeiro para fazer oposição ao governo municipal e criticou o fato da Câmara não ter o contraponto com todos edis apoiando o prefeito Paulo Bomfim. “O prefeito está se aproveitando porque Juazeiro não tem oposição, eu quero clamar a juventude para que acorde, os políticos de mandato. Eu nunca vi em cidade nenhuma, uma câmara de vereadores, inclusive, com pessoas competentes que eu conheço, de 21 edis e nenhum se dispõe a fazer oposição ao prefeito. Por isso, ele faz essas barbaridades. Eu estou entrando com ação popular para barrar esta doação de um prédio público para o Instituto de Pensão dos Funcionários. Como é que funcionário vai poder receber pensão com esse dinheiro? Isso é crime federal e ele vai pagar por isso” prometeu Aleluia.

DINASTIA EM JUAZEIRO

Por último o Deputado condenou o fato de que a atual gestão do prefeito Paulo Bomfim tem número de cargos de confiança igual ao da prefeitura de Salvador. “Juazeiro tem cerca de 800 cargos de confiança, número igual ao da prefeitura da capital com mais de 3 milhões de habitantes, grande parte desses cargos nem aí comparece. Os políticos de Juazeiro têm que acordar e acabar com essa dinastia que se implantou na cidade nos últimos onze anos. O prefeito tem é que procurar administrar a sua cidade e não deixar a cidade ser explorada para eleger o seu chefe que quer ser deputado federal, não sei nem se vai poder ser candidato” concluiu.