Parecer obriga Eletrobras a ampliar Hospital Nair Alves de Souza em Paulo Afonso

nair-alves-de-souza

O deputado federal José Carlos Aleluia conseguiu incluir em seu relatório de Restruturação da Eletrobras (PL 9463/18) a obrigatoriedade de reforma, ampliação e instalação de UTI no Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso.

As melhorias foram apresentadas como exigências para a Eletrobras em seu processo de restruturação, sendo 100% dos recursos privados. É estimado um investimento de R$ 47 milhões no hospital.

“Temos uma oportunidade única de finalmente resolver essa carência de Paulo Afonso sem depender de um centavo do orçamento estadual, nem federal. A Eletrobras fica obrigada a realizar as melhorias e só depois o hospital se torna uma instituição federal”, explicou Aleluia.

Aleluia determinou em seu relatório que após a conclusão das obras, o Nair Alves de Souza será transformado em uma grande hospital universitário associado à Universidade do Vale do São Francisco (Univasf).

“É um projeto ousado, mas não entraria nessa se não tivesse a certeza de que estamos deixando um grande legado para Paulo Afonso. É preciso deixar claro que estamos articulando a Restruturação da Eletrobras em um viés muito favorável a Paulo Afonso e ao rio São Francisco”, ressaltou.

FUNDAÇÃO
Além do hospital, outra condição apresentada por Aleluia é a criação da Fundação de Revitalização do Rio São Francisco (Revita) vai receber aportes mínimos de R$ 500 milhões anuais da Eletrobras pelos próximos 30 anos para coordenar projetos de revitalização da bacia do rio e de desenvolvimento do seu vale.