Prefeito que não paga transporte escolar em Mucugê agora vai virar caso federal – Deputado Aleluia

Prefeito que não paga transporte escolar em Mucugê agora vai virar caso federal

whatsapp-image-2018-06-29-at-15-40-32

Deputado Aleluia também vai denunciar Manoel Luz (PSD) no Ministério Público Federal (MPF)

A apuração sobre a falta de pagamento do transporte escolar pelo prefeito de Mucugê, Manoel Luz (PSD), vai virar caso federal.

O deputado federal José Carlos Aleluia (Democratas-BA) anunciou nesta sexta-feira (29/06) que também vai entrar com uma representação denunciando o caso no Ministério Público Federal (MPF). O caso já foi também comunicado ao Ministério Público estadual.

“Não garantir o direito de crianças ao transporte escolar, tendo verba específica do Ministério da Educação para isso, é um crime federal. Por isso vou apresentar o caso à Procuradoria Geral da República. Não se brinca, nem se faz política usando jovens como ferramenta”, defendeu Aleluia.

A falta de pagamento aos trabalhadores já resultou no atraso do ano letivo dos estudantes e está afetando principalmente os moradores da zona rural. Após o posicionamento de Aleluia, outras denúncias foram feitas por mucugeenses que alegam atrasos constantes, cortes em benefícios e até mesmo perseguição política a funcionários, terceirizados e fornecedores.

ATAQUES
Após a denúncia do deputado José Carlos Aleluia, a gestão do prefeito Manoel Luz tem atacado e perseguido pessoas ligadas ao grupo político de oposição na cidade. Até mesmo o perfil institucional da Assessoria de Comunicação da Prefeitura tem sido usado em ataques políticos.

“Quero deixar um recado claro ao prefeito: não vai ser me atacando que ele vai resolver os problemas de Mucugê. Melhor baixar a bola e respeitar a população que o elegeu. Prefeitura é para trabalhar. Não para fazer política baixa, nem ser usada em benefício próprio”, respondeu Aleluia.